JS x PHP – Qual é o melhor?

É comum ver em times de desenvolvimento de sistemas algumas discussões comparando o PHP com o JavaScript e vice versa. Desenvolvedores normalmente tem o seu preferido para usar, optando aprofundar e estudar cada vez mais sobre aquela linguagem. Vamos entender o que são e para quais fins foram criadas essas linguagens, tentando escolher a “melhor” linguagem entre elas.

Conforme a Wikipedia (2020), “PHP é uma linguagem interpretada livre, usada originalmente apenas para o desenvolvimento de aplicações presentes e atuantes no lado do servidor, capazes de gerar conteúdo dinâmico na World Wide Web (WWW)”.

Buscando a definição de Javascript na mesma referência, temos que é “uma linguagem de programação interpretada estruturada, de script em alto nível com tipagem dinâmica fraca e multi-paradigma, sendo uma das três principais tecnologias da World Wide Web, permitindo páginas da Web interativas e, portanto, é uma parte essencial dos aplicativos da web”(Wikipedia, 2020).

Podemos ver que cada uma delas foi criada para ser usada em ambiente diferente, sendo PHP utilizado no lado do servidor e JavaScript no cliente. Uma das mudanças ao longo dos anos, foi a criação do Node.js, sendo um interpretador JavaScript para o lado do servidor, sendo assim, possível utilizar JavaScript nos dois ambientes.

Praticamente junto com o Node.js, em 2009, veio a nova versão da linguagem JavaScript, chamada de ES5, que foi aguardada por aproximadamente 10 anos, trazendo uma renovação e muitas funcionalidades para o desenvolvimento web.

Em 2009 também é lançado o PHP 5.3 que trouxe a implementação de namespaces e fez com que fosse possível o surgimento de uma padronização no gerenciamento de pacotes, nascendo, então, o “composer“ (que até hoje é o gerenciador de dependências padrão do PHP), que facilitou a produção de bibliotecas e frameworks, reaproveitando códigos entre projetos.

Em 2015 foi lançada a versão 7.0 do PHP, que foi um projeto de reescrita da mesma, denominado PHP NG (Next Generation). Grande parte do código foi refatorado, principalmente partes que tratam do gerenciamento de memória no armazenamento de variáveis, o que rendeu um ganho de performance gigantesco.

Hoje ambas as linguagens tem um amplo ecossistema, com uma comunidade muito ativa, com muitas bibliotecas e frameworks que facilitam o desenvolvimento. Escolher a “melhor linguagem de programação” é praticamente impossível, não existe uma solução que atenderá todos os cenários. Cada projeto, cada equipe, cada negócio deve analisar todo o cenário para escolher qual caminho seguir.

A Innova Connect Sistemas conta com uma equipe de profissionais altamente qualificados, que poderá analisar todos os requisitos e regras do seu negócio para ajudá-lo a tomar a decisão correta na construção do seu aplicativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *